sábado, 31 de outubro de 2015

Arroz de Pato

Hoje o Ted decidiu ser ele a "escrever" para vocês. O meu Cocker Spaniel é a minha companhia quando me sento a escrever no computador e não perde a oportunidade de ocupar o meu lugar quando me levanto.

Hoje tenho uma sugestão mais de fim de semana ou de almoço/ jantar de família.

Vamos precisar (para quatro pessoas)

  • 1 pato inteiro 
  • cominhos
  • salsa
  • 1 cebola
  • pimento
  • sal
  • azeite
  • 3 a 4 mãos de arroz
  • chouriça (a que mais gostares)
  • queijo ralado ou fatias de queijo para ralar.
  • 2 dentes de alho
  • 2 folhas de louro
Convém que o pato esteja cozido e devidamente desfiado. Coze em cerca de 1 h e 45 minutos e, geralmente, não tempero com nada: os temperos são apenas colocados no momento em que fazes o arroz.
Passa por água fria para arrefecer e desfia.

Só depois começas a preparar o teu arroz :-)

Coloca no teu picador a cebola cortada em metades, os dois dentes de alho e meio pimento. Pica tudo.

Numa panela, coloca um fio de azeite e o teu preparado. Vai mexendo até ficar bem douradinho (nada de deixar queimar). 

Acrescenta uma chávena de água e tempera com sal a gosto, salsa picada, duas folhas de louro em pedaços e a uma meia colher de chá de cominhos. 

Adiciona o pato desfiado e a chouriça cortada em cubos. Deixa ferver e quando estiver a ferver, acrescenta o arroz e deixa cozinhar lentamente.



Quando o arroz estiver cozido, coloca num tabuleiro de ir ao forno. Polvilha com queijo ralado e deixa derreter. Voilá, pronto a comer.


Acrescenta uma salada fresca ou legumes cozidos :-)




Dica de Economia Doméstica
Se não quiseres comprar um pato inteiro, que a meu ver é um desperdício económico, pois o peito do pato pouco tem que se aproveite de carne, opta por comprar as coxas ou metades, que já se encontram à venda em vários supermercados, na secção dos congelados, como é no caso do Jumbo.

Mais uma dica: compraste queijo ralado em saqueta e não utilizaste todo, não te preocupes. Fecha bem o saco e coloca no congelador. Dá para reutilizares numa próxima receita.



Dica de Não perder tempo
O arroz de pato demora cerca de 45 m a fazer se já tiveres o pato desfiado. Da próxima vez que comprares, trás mais um pouco, coze, desfia e congela, assim é muito mais rápido.

Da vossa 
Ni...




sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Cogumelos salteados com Presunto

Bom dia!!! Hoje acordei bem disposta, apesar de ter falhado convosco ontem. 

Os meus dias são um pouco complicados: quarta feira é dia de ginásio, quinta e sexta são dias de formação. Para complicar, ontem um colega de trabalho dez anos e fomos todos almoçar. Resumindo, não tive tempo de publicar a receita.

Pensando no pouco tempo que tenho e nos legumes frescos que encontrei no meu frigorífico, a minha sugestão para hoje passa por usar cogumelos frescos para acompanhar os meus bifes de frango grelhados.



Vamos precisar de:

  • 500 g de cogumelos marron/ brancos laminados ou inteiros
  • 1 fio de azeite
  • presunto picado aos cubos (cerca de 100 a 200 g, depende do gosto de cada um)
  • pimenta q.b.

Começa por lavar bem os teus cogumelos e escorrer a água (podes usar um pano para os secar). No caso de não estarem laminados, corta-os em fatias finas.
Numa frigideira coloca um fio de azeite. Quando estiver quente, acrescenta os teus cogumelos e vais mexendo com a ajuda de uma colher de pau.
Quando os cogumelos estiverem cozidos, acrescentas o presunto aos cubos (existem caixas pequenos no Continente, custam cerca de 2.00 €).



Enquanto isso, tempera os teus bifes de frango com limão e pimenta. Leva-os a grelhar até ficarem dourados.

Acompanha os bifes com os cogumelos salteados, uma salada de alface (com azeitonas e croutons) temperada com azeite e vinagre balsâmico. Para os que precisam de mais nutrientes, não te esqueças do arroz.



Bom apetite!!!


Da vossa
Ni...



quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Rolinhos de Peixe com Molho de Tomate & Pimento

Cá em casa tentamos alternar entre pratos de peixe e de carne. 

O meu "marido" não era muito dado a peixe até que...juntamos os trapinhos!!! Rapidamente aprendeu a gostar de alimentos que antes lhe pareciam pouco calóricos para satisfazer as suas necessidades nutricionais ou outros que simplesmente nunca apreciou o modo como eram cozinhados.

Hoje vai mesmo uma receita de Peixe, na qual não gastamos mais de 4.00 € e perdemos 30 minutos a fazer.


Vamos precisar:

  • pimento verde ás rodelas
  • pimento vermelho às tiras
  • meia cebola cortada em luas
  • 1 colher de sobremesa de açafrão
  • 3 colheres de sopa de polpa de tomate
  • sal q.b. 
  • 1 fio de azeite
  • salsa seca picada
  • palitos
  •  6 filetes de peixe (2 pessoas) ou 12 filetes de peixe (4 pessoas)
Primeiro, corta o pimento verde às rodelas (cerca de 6 a 8 rodelas) e o pimento em tiras (em dobro face ao número de filetes).
Num tacho coloca um fio de azeite, a cebola e os pimentos. Vai mexendo para não queijar.
Coloca 2 tiras de pimento vermelho na ponta do filete e enrola. Prende com a ajuda de um palito.

Quando estiver a cebola a fervilhar, acrescenta meio copo de água, o açafrão e a polpa de tomate. Tempera a gosto com sal e acrescenta os rolinhos de peixe. 





Deixa cozinhar lentamente e quando estiverem cozinhados de um lado, com a ajuda de uma tenaz, vira-os e deixa cozinhar.


Serve acompanhado de brócolos cozidos a vapor e arroz branco.


Bom apetite...
Da vossa
Ni 

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Sopa de Feijão Verde com...Chuchu

Quem tem amigas tem tudo!!!

Este fim de semana os meus pais vieram cá a casa. Como vivem numa quinta e têm um magnifico quintal, legumes biológicos não faltam aqui no frigorífico. A minha mãe trouxe (para cada uma das filhas devo dizer) pimentos, ovos frescos, limões e não podia deixar de ser feijão verde!!!! Mamã maravilhosa.

Juntamente com os legumes da mãe, uma colega de trabalho muito querida, ofereceu-me chuchus do quintal dos pais (que estão a crescer desenfreadamente) para os meus cozinhados. À Bernardete um muito obrigado!!!



Com os legumes que estas duas ladies "trouxeram" cá para casa decidi fazer uma sopinha, uma das minhas favoritas por sinal.

Para a minha sopa de Feijão verde usei:

  • 3 chuchus
  • 300/ 400 g de feijão verde
  • 1 cebola média
  • 2 dentes de alho
  • 1 tomate bem vermelho
  • 2 cenouras
  • azeite & sal q.b.
Cuidado com os chuchus: a casca é rijinha e pica um pouquito!!!

Descasca os teus chuchus cebola, dentes de alho e cenouras. Os chuchus corta em quatro, retira as pevides.
Depois corta os chuchus, as cenouras e o tomate em cubos pequenos. Acrescenta a cebola em luas e os dois dentes de alho. Acrescenta água até cobrires os legumes e deixa cozer.
Tempera com sal e um pouco de azeite.


Quando estiverem cozidos, rela tudo com ajuda da varinha mágica e acrescenta o teu feijão verde.
Deixa cozer o feijão verde (como é biológico demora cerca de 10 a 15 minutos) e está pronta a servir.

Podes acompanhar o teu jantar de sopa com uma salada de atum ou uma sandwich.

Dica:
Se tiveres um cafeteira eléctrica, aquece a água primeiro e depois coloca na panela. Ou faz uso da água quente. Coze mais depressa os teus legumes.

Boa sopinha!!!!

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Esparguete Nero com Salmão Fumado, Camarão & Rúcula Fresca

Eu adoro cozinhar. Ainda ontem estava ao telefone com a minha amiga Sílvia e não me cansava de lhe dizer o quanto isso me dava prazer. Esse prazer imenso vem mesmo da minha infância, de quando a minha doce avó me dizia que "cozinhar não era mais que um acto de amor". Eu cozinho com amor e principalmente para aqueles que amo. 
Como não poderia deixar de ser, também tenho livros de receitas, um particularmente especial: Receitas para todos os dias, de Joana Roque (Edição de 2014) oferecido pela minha irmã e pelo namorado no meus 30 anos!!!!



Por isso, ontem à noite, ao fim de 4 dias sem companheiro em casa, decidi fazer-lhe um pratinho especial de massa (ele adora massa) que teve por base uma das receitas da Joana Roque: Esparguete Nero com Salmão Fumado, à qual, como não podia deixar de ser, acrescentei o meu toque especial.

Vamos precisar, para duas pessoas:
  • 250 g de esparguete Nero
  • 500 g de camarão descascado
  • 1 dente de alho
  • 100 g de salmão fumado
  • rúcula q.b.
  • 3 queijinhos da Vaca que Ri ou duas colheres de queijo tipo Philadelphia
  • sal, pimenta, azeite
  • 1 casca de limão
  • 1 folha de louro
Coloca uma panela com água a ferver, tempera com sal e um fio de azeite.


Num tacho coloca o alho finamente picado, um fio de azeite e quando fervilhar, acrescenta os camarões descascados. Tempera com sal a gosto, uma folha de louro partida e uma casca de limão (que retiras quando estiverem cozinhados).
Quando a massa tiver cozida, escorre bem e reserva.
Usando a mesma panela da massa, coloca os 3 queijos da Vaca que Ri, cerca de 2 a 3 colheres de sopa do molho libertado pelos camarões e tempera com pimenta. Quando formar uma pasta liquida, acrescenta a massa e mexe bem.


Acrescenta os teus camarões, o salmão fumado cortado em tiras e a rúcula. 



Está pronto a servir!!!!

Dicas:
O queijo para barrar/ queijo creme é um óptimo substituto das natas em pratos de massa. Fica saboroso e menos "pecado da gula"

Foi a primeira vez que comprei salmão fumado e devo dizer que aconselho!!! Comprei marca Lidl e aconselho como em qualquer caso em que haja salmão à mistura, verifiquem sempre a data de validade. No caso de peixe fresco: devem comer fresco ou assim que descongelam, porque o salmão é muito propenso ao desenvolvimento de bactérias.



domingo, 25 de outubro de 2015

E um prato tradicional...Rojões com Castanhas

Domingo é o dia dos almoços de família. Cá em casa isso não acontece muitas vezes. Os meus pais vivem longe e aproveitamos o domingo para descansar o que não conseguimos durante a semana. Por isso, quando tenho cá a família tento sempre fazer alguma coisa especial.
Para este domingo tenho  um prato tradicional (a pedido de uma leitora…esta é para ti prima!!!).
Não é que não goste de comida tradicional portuguesa, mas onde eu cresci o peixe, a fruta frescas, legumes coloridos e especiarias estavam lá a lado: Moçambique, the land of my dreams.
Desafio aceite e vamos lá servir Rojões com Castanhas!

Rojões com Castanhas

Para quatro pessoas vais precisar de:

1.  1 kg de lombo de porco, sem osso ou se preferires 1 kg de rojões à tua escolha
2. 250 g de castanhas congeladas
3. Azeite q.b.

Para temperar usei:

ü  1 colher de sobremesa de pimentão doce
ü  Pimenta
ü  Sal (eu uso flor de sal cá em casa)
ü  Cominhos
ü  4 a 5 dentes de alho
ü  2 copos de vinho branco
ü  4 folhas de louro

Dizem que o truque dos rojões é temperar no dia anterior (aprendi com uma amiga há uns 15 dias).´

Eu comprei 1 kg de lombo sem osso, por isso em primeiro lugar cortei em pedaços pequenos. Coloquei a carne numa tupperware e acrescentei uma colher de sobremesa de pimentão doce, um punhadito de sal (eu não uso muito sal), os 5 dentes de alho picados, as folhas de louro partidas em pedaços bem pequeninos, cominhos e pimenta q.b. Acrescentei os 2 copos de vinho branco, tapei a tupperware e foi ao frigorífico 24 horas…

Para preparares os teus Rojões

Coloca numa wok ou panela larga e funda coloca azeite, alho e cebola bem picadinhos. Deixa ferver e acrescenta os teus rojões marinados e vai mexendo para que eles fritem bem e não colem no fundo. A minha amiga que fez uns rojões divinais diz que o truque é não acrescentar água, por isso nada de água ou qualquer outro líquido que não o azeite: a própria carne vai largando um suco que ajuda a cozinhar melhor. 




Quando estiverem bem fritos, acrescenta as castanhas, mexe bem e aguarda uns 10 minutos.

Enquanto os teus rojões “rugem”, vai descascando as batatas em cubos pequeninos, para fritaressó que desta vez será no forno!!!! Depois de as lavares, seca-as com um pano de cozinha (limpo), dispõe num tabuleiro de ir ao forno, tempera com sal, salsa seca e rega com azeite. Agita bem para envolver todas as batatas com os temperos e leva ao forno cerca de 40 minutos.





E cá está, um prato tradicionalmente português, com truques dados pela  Sílvia Marques e pedido pela priminha Patrícia Sousa (que acredito ser uma especialista em pratos tradicionais).


Enfeita com rodela de laranja e salsa fresca picada

E para acompanhar temos batatas fritas no forno e uma salada de tomate e pepino, temperada com sal e vinagre balsâmico...


Da vossa
Ni...

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Finalmente Sexta feira...Wrap de Frango com Queijo



Na quarta feira fizemos aqui em casa Frango com Limão, que sobrou.

Quando sobra comida, não deitamos fora ou nem ao  Ted (ele só come mesmos os biscoitos dele), Reaproveito para novos pratos.

A minha proposta para esta sexta feira é um pouquinho de asneira alimentar (nhami nhami): vamos trazer o Macdonalds para nossa casa com o resto do nosso frango com limão.

O que vamos precisar:

1.  4 wraps
2.  Requeijão q.b. (que também sobrou) ou um queijo creme tipo Philadelphia
3. Alface cortada em tiras
4.  Rúcula
5. Pimento cortado em tiras
6. Queijo raladado
7.  O teu frango...

A primeira coisa a fazer é desfiar o frango: retira todas as peles, ossos e molho que este possa ter. Reserva numa taça.
Prepara a tua alface e mistura com a rúcula. Corta o pimento em tiras.
Barra o teu wrap com requeijão ou queijo creme. Cobre com o frango desfiado, coloca o pimento e o queijo.
Leva ao micro-ondas cerca de 1 m 20 s para o frango aquecer e o queijo derreter.
Cobre com a alface e rúcula e fecha o teu wrap!!!

video




Acompanha, como não podia ser, com umas batatas fritas...

Goza muito o teu wrap...
Ni


quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Quinta-feira: Quiche de Alheira com Esparregado

Eu tenho um "cunhado" que adora comer e este é um dos pratos favoritos dele (lá em casa, claro). O especial neste prato é que além de rápido, é económico e permite usar uma iguaria tradicional, que faz as delicias de muitos: a ALHEIRA!

Vamos precisar:
1 base de massa quebrada
3 alheiras
1 caixa de esparregado (500 g)
2 ovos
1 pacote de natas
1 cebola
azeite & sal q.b.


Primeiro, usa o papel vegetal da tua massa quebrada para forrar a tarteira, coloca a massa e pica o fundo com a ajuda de um garfo. Pré aquece o forno a 200º (nada de colocar a massa já).
Retira a pele das alheiras, corta-as em pedaços pequenos.
Na wok coloca a cebola cortada em luas finas com um pouco de azeite e acrescenta a alheira. Deixa refogar e vai mexendo para não colar ao fundo (aproveita para colocar a massa quebrada no forno uns 5-7 minutos)
Quando estiver cozida, mistura o esparregado (já descongelado). Envolve bem a alheira com o esparregado, tempera com um pouco de sal e acrescenta o meio pacote de natas batidas com os dois ovos.
Retira a massa do forno, recheia a tarteira com o preparado de alheira e leva ao forno a alourar durante 25 a 25 minutos.
Quando a massa estiver estaladiça, podes tirar do forno e...COMER!!!!


Quando faço esta tarte costumo a servir com arroz branco e uma salada de tomate (para não ser tudo verde à tua volta) ––––––.

Até amanhã...
Ni

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Para quarta-feira sugiro...Frango Assado com Limão & Batata Paprika

Caros leitores, por vezes questiono-me como consigo ter ideias para fazer comida diferente todos os dias e não ficar pelos simples cozidos, grelhados, sopas, massas e arroz que acompanham as nossas refeições diárias. Para já tenho uma vantagem: somos apenas dois lá em casa (e o Ted, o nosso cocker spaniel baby) o que facilita sempre em gestão do tempo, mas o facto é que escolho sempre alimentos e receitas que sejam de rápida confecção ou que não impliquem que esteja sempre de volta dos tachos e panelas.


A receita para hoje vi-a na televisão, há cerca de um ano atrás, apresentada por Henrique Sá Pessoa (pessoalmente não lhe acho grande piada, mas até que sugere uns pratos engraçados): Frango Assado com Limão




Vamos precisar:

* 1 frango inteiro partido a meio
* 2 a 4 limões grandes e suculentos
* 1 cebola média
* 2 dentes de alho grandes
* meio pimento vermelho
* 6 a 8 folhas de majericão fresco
* sal e pimenta q.b. 
* azeite q.b.
* gengibre (pedaço pequeno, com cerca de 5 cm de comprimento).

Começa por cortar a cebola, os alhos, o pimento, o gengibre e o mangericão. Coloca-os a todos dentro do picador (ou pica com ajuda da faca :-). 
Reserva este preparado numa taça e acrescenta-lhe azeite.
Picador Tupperware
Eu tenho um destes. Dá muito jeito, é de fácil limpeza.
Encontras em vendedoras ou similares em lojas mais económicas






Numa tábua de cozinha dispõe o frango em metades. Golpeia no peito e na coxa. Tempera com sal grosso e pimenta a gosto. 



Num tabuleiro, rega o fundo com um pouco de azeite e coloca o limão cortado às rodelas (cerca de 0,5 mm de espessura).






Usa o preparado inicial para "barrares" o frango. Recheia os golpes com esse mesmo preparado. 





Coloca o frango sobre as rodelas de limão e leva ao forno, previamente aquecido a 200 º cerca de 1 hora e 20 minutos (tempo necessário se gostares dele mais seco e tostado). 



Dica 1: a meio da "cozedura" vira o frango ao contrário para assar o interior, cerca de 15 minutos e depois coloca-o novamente na posição inicial.



Dica 2: não acrescentes água, apenas azeite inicial. A gordura do frango, juntamente com o sumo do limão ajudam a assar.



Para acompanhar, sugiro Batata Paprika (assim fazes um bom uso do teu forno):

* 6 a 8 batatas médias
* oregãos & sal
* azeite
* 1 colher de chá de Paprika em pó 


Lava bem as batatas, porque não as vais descacar!!!

Corta em rodelas, com cerca de meio centímetro de espessura. 
Num tabuleiro, dispõe as batatas num tabuleiro (seca-as com ajuda de um pano), tempera com sal grosso, oregãos e com a ajuda de um coador polvilha a Paprika em pó sobre as batatas. 
Agita o teu tabuleiro para misturar os temperos, rega com um fio de azeite e agita novamente, para este "envolver" com as batatas. 
Quando o frango estiver a assar "à mais ou menos 25 minutos", junta as batatas no forno e deixa assar lentamente no tabuleiro debaixo.


E finalmente, está pronto a comer...
Bom apetite!!!



Ni....